Atualidades no Enem 2014

Atualidades no Enem 2014

Atualidades no Enem 2014

Para acompanhar os temas de atualidades no Enem, o candidato, além de informar-se, deve fazer uma relação entre os acontecimentos e os conteúdos escolares.

Por Rodolfo F. Alves Pena

O Exame Nacional do Ensino Médio, assim como a maior parte dos vestibulares, possui como um dos seus principais objetivos a realização de uma prova atual e contextualizada com os principais acontecimentos que marcaram o Brasil e o Mundo em um tempo recente. Por esse motivo, o candidato precisa estar ligado nos possíveis assuntos e notícias recorrentes a serem abordados pela banca examinadora.

É necessário ressaltar que o mais importante ao estudar atualidades para o Enem não é decorar informações aleatórias sobre os principais casos, mas sim possuir um entendimento geral da implicação de tais acontecimentos sobre a contemporaneidade, que podem atingir não só as áreas das ciências humanas, mas todos os campos do conhecimento.

Um acontecimento, por exemplo, que vem chamando as atenções em nível mundial e que pode gerar uma série de questões nas mais diferentes áreas do saber é a epidemia de ebola na África. Até o momento, centenas de pessoas morreram em algumas partes do continente, o que pode gerar questões tanto na área biológica quanto nos campos referentes aos aspectos históricos e geográficos das regiões africanas, o que ajuda a explicar a proliferação de problemas humanitários nessas áreas. Tais questões, de certa forma, relacionam-se com as raízes do subdesenvolvimento nos países africanos.

Outro assunto que também vem chamando a atenção é a retomada dos históricos conflitos entre Israel e Palestina. Essas questões remontam a tempos históricos de disputas territoriais e geográficas, além de também envolver as relações de poder de influência de grandes potências mundiais, com destaque para os Estados Unidos, principais aliados dos israelenses. Nesse ínterim, é importante uma compreensão geral sobre os principais acontecimentos dessa disputa, incluindo a polêmica criação do Estado de Israel, a importância de algumas regiões como a Faixa de Gazae até mesmo o Muro de Israel.

Além desses eventos, outro assunto importante que pode marcar a abordagem de atualidades no Enem é a postura geopolítica da Rússia, que nos últimos tempos vem adotando uma política mais firme diante de seus principais rivais internacionais: Estados Unidos e União Europeia. O principal ponto nesse âmbito é, sem dúvidas, a disputa de influências na Ucrânia, incluindo a anexação territorial da Crimeia pelos russos e as represálias adotadas pelas potências internacionais. No caso, a grande questão é a ofensiva geopolítica dos países ocidentais sobre a Ásia, sobretudo na zona da antiga União Soviética, que atualmente pode ainda ser considerada como uma região de profunda influência da Rússia.

Já existem alguns autores, tanto na imprensa quanto nas Ciências Políticas, que afirmam que o mundo está passando pela redefinição de sua Ordem Mundial, em que, de um lado, estariam as potências do mundo desenvolvido, lideradas pelos Estados Unidos, e, de outro, os países emergentes, protagonizados pela Rússia e acompanhados por Brasil, Índia e China. Isso se deve a acontecimentos que envolvem tanto as declarações do governo brasileiro sobre os casos de espionagem praticados pelos EUA quanto à recente reunião da Cúpula dos BRICS, que vem definindo uma postura visando a uma independência econômica desses países em relação aos organismos internacionais, tais como FMI e Banco Mundial.

Diante de tantas informações e acontecimentos que marcam o mundo contemporâneo, o candidato que se prepara para o Enem deve sempre estar informado sobre esses e outros casos atuais, buscando informações não só das notícias em si, mas dos conhecimentos históricos, geográficos e naturais que se relacionam a elas. O canal de atualidades do Brasil Escola é uma boa opção para quem quer estar por dentro dos principais temas e suas reflexões.

Compartilhe
Voltar